Barra de Vídeo

Loading...

30 abril, 2010

TODOS PRECISAMOS DUMA BUSSOLA...


     Uma vez, os guardas de uma prisão próxima do deserto trouxeram para a rua um prisioneiro e disseram-lhe:
     — És livre. Vai e que sejas feliz.
     O homem livre vagueou sem rumo e foi parar ao deserto. Aí encontrou um Sábio que lhe disse:
     — Vejo que andas um pouco desorientado. Dou-te esta bússola. Servindo-te dela, poderás chegar a um oásis que fica aqui perto e depois a uma cidade onde há muita vida e onde poderás ser feliz. Boa viagem!
     O homem pensou: «Eu agora sou livre e este estranho quer impor-me um caminho e uma meta. Não aceito! Quero ser livre!». E atirou a bússola para longe.
     Aconteceu que este homem desnorteou-se de tal maneira que, depois de muito vaguear pelas areias do deserto, acabou por morrer. Foram encontrados mais tarde os seus ossos ressequidos.
     Um ano depois, os guardas libertaram um outro prisioneiro. O Sábio também lhe deu uma bússola e as mesmas orientações:
     — Tens aqui uma bússola. Segue-a pois terás de atravessar um deserto. Mas, se te deixares nortear por ela, chegarás a uma linda cidade cheia de vida. Vai e sê feliz.
     Este segundo prisioneiro, ao contrário do primeiro, seguiu as orientações. A bússola ajudou-o a percorrer o caminho que o levou à terra onde poderia viver feliz.
     Conseguiu passar por alguns oásis, onde matou a sede e descansou. Finalmente, chegou à tão desejada meta: a bela cidade onde podia viver feliz.
(Desconheço autor)
Para reflectir: utilizamos na vida alguma "bússola" (conselhos amigos, oração, meditação, reflexão, Bíblia, livros de formação integral…) para nos indicar o caminho da felicidade? Quais são os valores e os ideais que nos norteiam na vida?

Sem comentários: